IDELSA

C A N T O R A ● C O M P O S I T O R A ● F I L A N T R O P A

A arte de tapar o sol com a peneira

a arte de tapar o sol

A arte de tapar o sol com a peneira, vai se aperfeiçoando com o tempo.

O comodismo, o hábito, a baixa autoestima, tornam-se grandes aliados desta arte que em algum momento da nossa vida todas nós acabamos praticando.

                                                                                                                   

No meio de tantos problemas, dificuldades, desentendimentos. Nós mulheres temos sempre a capacidade de encontrar algo, por mínimo que seja, que nos faça continuar ali, fingimos não ver, tapamos os ouvidos, congelamos o coração e apostamos. Apostamos mesmo sabendo que a chance de sair vencedora é de 0,001%, pelo “simples” facto de sermos mulheres.

 

O tempo passa, a peneira cansa de tanto filtrar…esgota a capacidade de peneirar um grau de areia que seja, rende-se a intensidade do sol. Aos poucos os raios que mantinham a temperatura agradável, nos davam o prazer de um bronze, passam a queimar… ai é sede insaciável , é cansaço, é sufoco…tudo desmorona. OU não!!!!!!!

 

Passamos a ver claramente as coisas, o que se escondia na sombra da peneira se revela, o que achávamos não ter brilho passa a ser a coisa mais iluminada que alguma vez vimos, e o que parecia ser a luz do nosso caminho passa a não fazer tanto sentido assim.

Pois, as vezes é necessário deixar os medos de lado, tirar a peneira, se expor ao SOL, deixar que a sua luz te ilumine, enfrentar os raios com a  paciência dos nómadas do deserto e esperar um oásis em meio a tanto vazio. 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Categories